sábado, 22 de agosto de 2009

Hello Arduino World: Parte 3

Na segunda parte deste tutorial mostrei o uso de 6 LEDs ligados ao Arduino e o programa necessário para acender e apagar em sequência estes LEDs. Depois o exemplo foi evoluído para receber um sinal digital de uma chave para controlar a direção ao apagar e acender os LEDs. Agora vamos à terceira parte do exemplo "Hello Arduino World".

Nesta terceira parte vou evoluir o programa usado para controlar a velocidade que os LEDs acendem e apagam ao fazer a leitura de uma informação analógica vindo de um potenciômetro (resistor com resistência variável a partir de um botão). Para mudar a velocidade, o potenciômentro será ligado a uma porta de entrada analógica para receber um tensão variável de 0 a 5 volts que resultará num valor inteiro entre 0 e 1023 no programa rodando no Arduino.

O potenciômetro tem 3 pinos, onde a resistência entre um dos pinos da borda e o pino central varia de 0 ohm ao máximo possível (10k ohms para o potenciômetro usado neste tutorial). Ao aplicar 5 volts num dos pinos da borda (fio vermelho) e 0 volt ao outro pino da borda (fio preto), teremos uma voltagem variável no pino central. Este pino central (fio laranja) é ligado à entrada analógica 0 do Arduino.
#define QTD_LEDS 6
#define portaChave 8
#define portaPot 0

int porta[QTD_LEDS] = {2,3,4,5,6,7};
int pausa = 500;

void setup() {
for(int i = 0;i < QTD_LEDS; i++) {
pinMode(porta[i],OUTPUT);
}
pinMode(portaChave,INPUT);
}

void loop() {
pausa = analogRead(portaPot);
if (digitalRead(portaChave) == HIGH) {
for(int i = 0;i < QTD_LEDS; i++) {
digitalWrite(porta[i], HIGH);
delay(pausa);
digitalWrite(porta[i], LOW);
}
} else {
for(int i = QTD_LEDS - 1;i >= 0; i--) {
digitalWrite(porta[i], HIGH);
delay(pausa);
digitalWrite(porta[i], LOW);
}
}
}

O programa acima, a ser instalado no Arduino, define uma constante com o nome portaPot com o valor 0. Este valor indica a porta analógica a qual está ligado o portenciômetro. Como as portas analógicas sempre são para entrada de um sinal analógico, não é necessário adicionar uma linha de configuração dentro da função "setup()". Mas, na primeira linha da função "loop()" é usada a função "analogRead()" para ler o valor atual na porta analógica indicada pela constante "portaPot". Esta função retornará um valor inteiro entre 0 e 1023 de acordo a tensão aplicada na porta analógica (entre 0 e 5 volts). Este valor é armazenado na variável global "pausa". Esta variável é usada nas linhas 20 e 26 para determinar o tempo em milisegundos entre o acender e apagar de um LED.

O video a seguir mostra a execução do programa implementado acima já instalado e rodando dentro do Arduino.

video

O próximo exemplo, que será apresentando num novo post, ilustrará uma evolução do código acima para receber um sinal analógico vindo de um LDR (Resistor Dependente de Luz) para controlar o tempo que cada LED permanece aceso.

3 comentários:

contato disse...

Basicamente a IDE para programar or artuino 'e C, teria como compilar um programa sem usar a IDE ?

Por exemplo usando o GCC ?

contato disse...

Exatamente, usando gcc

teste disse...

muito boa sua abordagem!

estamos anciosos aguardando pelo próximo exemplo! :)